República Árabe Síria - الجمهورية العربية السّورية - (Al-Jumhuriyah al-Arabiyah as-Suriyah)

História Acessos: 1275

brasao2Síria (em árabe: سورية sūriyyaħ ou سوريا sūriyā), oficialmente República Árabe da Síria, é um país árabe no Sudoeste Asiático, e faz fronteira com o Líbano e o Mar Mediterrâneo a oeste, Israel (Palestina ocupada) no sudoeste, Jordânia no sul, Iraque a leste, e Turquia no norte.

O nome Síria, antigamente compreendia toda a região do Levante, enquanto atualmente abrange os locais de antigos reinos e impérios, incluindo as civilizações de Ebla do III milênio aC. Na era Islamica, sua capital, Damasco, foi a capital do Império Omíada e a capital provincial do Império Mameluco. Damasco é largamente reconhecida como uma das cidades mais antigas continuadamente habitadas do mundo.

A Síria de hoje foi criada como mandato francês e obteve sua independência em 17 de Abril de 1946, como uma república parlamentar. O pós-independência foi instável, e um grande número de golpes militares e tentativas de golpe sacudiram o país no período entre 1949-1970. O país vem sendo governado pelo Partido Baath desde 1963, embora o poder atual esteja concentrado na presidência e um pequeno grupo de políticos e militares autoritários. O atual presidente da Síria é Bashar al-Assad, filho de Hafez al-Assad, que governou de 1970 até sua morte em 2000. Síria tem uma grande participação regional, particularmente através do seu papel central no conflito árabe com Israel, que desde 1967 ocupou as Colinas de Golã, e pelo envolvimento ativo nos assuntos libaneses e palestinos.

A população predominante é de muçulmanos sunitas, mas com uma significante população de Alauitas, Drusos e minorias Cristãs. Etnicamente, cerca de 90% da população é árabe, e o estado é governado pelo Partido Baath de acordo com princípios nacionalistas árabes, dos quais aproximadamente 10% pertencem à minoria.
A Síria possui uma história muito antiga, desde os Arameus e Assírios, marcada fortemente pela influência e rivalidade de Mesopotâmia e Egito. Depois de ser ocupada pelos Persas, a Síria foi conquistada por Alexandre III da Macedônia. Na época Helenística passou a ser centro do reino dos Selêucidas e se converteu em uma província romana no século I a.C.. Grandes cidades se desenvolveram nessa região como a mítica Palmira, uma das mais originais e descanso de caravanas.

flagCom a ascensão do islamismo, a Síria foi um dos focos mais importantes da civilização árabe, sobre tudo na época do Califado Omíada (660-750), centrado em Damasco, e da Dinastia Hamdanita (944-1003), centrado em Alepo. Porém, pela sua situação, foi objeto de ambição estrangeira o que conduziu a divisão do seu território. Os cruzados se estabeleceram na Síria durante algum tempo e construíram importantes fortificações, como o Krak dos Cavaleiros. Finalmente, em 1516, Síria passou a formar parte do Império Otomano Turco até 1918, com o fim da Primeira Guerra Mundial e a Síria foi então dividida em duas partes: uma sob mandato francês, que compreendia a Síria e o Líbano atual, e a outra sob mandato britânico, composta por Palestina, Transjordânia (atualmente Israel e Jordânia) e Iraque.

O país conseguiu a independência em 1946. Em 1958, uniu-se ao Egito para formar a República Árabe Unida (R.A.U.), da qual se separou depois do levantamento militar de 28 de setembro de 1961, convertendo-se em República Síria e, depois da tomada de poder em 1963 pelo Partido Baath, socialista e nacionalista, que empreendeu uma série de profundas reformas sociais e econômicas, ficando constituída como República Árabe da Síria.

Subdivisões: A Síria está dividida em catorze províncias:
1. Damasco (em árabe Dimashq: دمشق)
2. Rif Dimashq ( ریف دمشق)
3. Al Qunaytirah (مُحافظة القنيطرة)
4. Dar'a ( مُحافظة درعة)
5. As Suwayda o Sweida (مُحافظة السويداء)
6. Homs (مُحافظة حمص)
7. Tartus (em árabe: مُحافظة طرطوس)
8. Al Ladhiqiyah (مُحافظة اللاذقية)
9. Hamah (مُحافظة حماه)
10. Idlib (مُحافظة ادلب)
11. Halab o (مُحافظة حلب)
12. Ar Raqqah (مُحافظة الرقة)
13. Dayr az Zawr (مُحافظة دير الزور)
14. Al-Hasakah (مُحافظة الحسكة, em curdo: حسكة)

A economia da Síria é diversificada com produções nas diversas áreas conta com:

 Área  Produção de
 Agricultura  Algodão, frutas, legumes e verduras  e azeitonas
 Pecuária  Bovinos, ovinos, caprinos e aves
 Mineração  Gás natural, petróleo e fosfato
 Indústria  Química, petróleo, carvão, petroquímica, têxtil, couro, calçados, alimentícia e bebidas.
 Recursos naturais  Petróleo, fosfato, minérios de manganês, cromo e ferro, pedra de sal, mármore, gesso e energia elétrica
 Oleoduto  Levam petróleo do Iraque e da Arábia para a costa mediterrânea.
Imprimir
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s